‘Jane Austen Superstar’: os melhores momentos em vídeo

A conferência internacional “Jane Austen Super Star” decorreu nos passados diass 11 e 12 de Dezembro de 2017, na Universidade Católica Portuguesa, em Lisboa. Agora pode rever os principais momentos em dois vídeos, no site do evento.

Advertisements

“Lugares de O’Neill”: leitura pelo aniversário do poeta

No dia 19 de Dezembro, o CECC esteve presente na celebração do aniversário de Alexandre O’Neill, assinalado pela Biblioteca de Constância, com a atribuição dos prémios de poesia e prosa em nome do poeta, e uma leitura de poemas selecionados por Joana Meirim, ditos por Miguel-Pedro Quadrio e Clara Caldeira, investigadores do CECC.

Esta é a primeira actividade do projecto “Lugares de O’Neill”, apoiado pelo programa de investigação nos domínios da Língua e da Cultura Portuguesas da Fundação Calouste Gulbenkian, que junta o CECC e a Câmara Municipal de Constância, que tem como objectivo o estudo, a promoção e a divulgação da figura e obra de Alexandre O’Neill.

Falecimento do Professor Landeg White

Caros Investigadores

É com enorme tristeza que recebemos a notícia do falecimento do Professor Doutor Landeg White, poeta eminente, tradutor renomeado e admirado investigador do Centro de Estudos de Comunicação e Cultura.

O CECC cuidará da memória da sua obra e lembrará com gratidão o seu empenho e a sua gentileza em partilhar o seu saber: across languages, cultures and times.

Foi um privilégio tê-lo entre nós.

Peter Hanenberg 

 

4 C’s: Conferência “Convivialidade e o Institucional”

4Cs Lisbon Conference_Conviviality and the Institutional é a primeira conferência de dois dias realizada no âmbito do 4Cs – do Conflito à Convivialidade através da Criatividade e da Cultura, um projeto de cooperação apoiado pela Comissão Europeia no quadro da Europa Criativa, subprograma Cultura. Coordenado pela Universidade Católica Portuguesa, o 4Cs tem o objetivo de explorar a forma como a arte e a cultura podem ser grandes recursos para a abordagem à temática do conflito. Um dos principais objetivos do projeto é contribuir para a formação e educação. O programa inclui exposições, residências artísticas e de investigação, ciclos de cinema, laboratórios de mediação, workshops, conferências, publicações, uma plataforma online e uma Summer School.

Landeg White publica traduções da lírica camoniana

O investigador do CECC Landeg White acaba de lançar uma nova obra, sob o título Camões: Made in Goa – Selected Lyric Poems written in India. A introdução ao livro pode ser lida no site do autor:

Camões arrived in India in November 1553, disembarking in Goa after a voyage of seven months. He arrived not as a Viceroy or Governor or Admiral, not as an authority figure of any kind, but as a convict soldier, sentenced to military service after being convicted of brawling in Lisbon. At the Corpus Christi festival in 1550, he had wounded a court official with a sword thrust, his subsequent prison sentence being commuted to a fine of 4,000 reis and three years military service in India.

It is hard to over-emphasis the scale of this personal disaster. Camões was 28, possibly 29 years of age. He was born into the lower ranks of the nobility, and all his ambitions had been focused on the Portuguese court, where he hoped his skills as a poet would secure him an appointment – the sixteenth century equivalent of a government job. The poems he wrote in pursuit of this were accomplished but conventional, versions of Petrarch whose sonnets in vernacular Italian had swept Europe with their celebrations of unrequited love, and pastoral eclogues featuring shepherdesses who were thinly disguised portraits of ladies at the Portuguese court. Suddenly, that ambition was shattered.

http://landegwhite.com/news/introduction-to-camoes-made-in-goa/

CECC celebra protocolo com BNP no âmbito do projecto ‘Lugares de O’Neill’

 

DSC_0415

 

Celebrou-se no dia 9 de Novembro um protocolo entre o CECC e a Biblioteca Nacional de Portugal (BPN) relativo ao projecto Lugares de O’Neill.

O projecto Lugares de O’Neill é uma iniciativa do CECC que conta na sua equipa com 5 investigadores e  um técnico da Biblioteca da Câmara Municipal de Constância. Beneficiando de um apoio da Fundação Calouste Gulbenkian, obtida no concurso”Projetos de investigação nos domínios da Língua e Cultura Portuguesas” deste ano, Lugares de O’Neill tem início a 4 de Dezembro e tem uma duração de 12 meses. São objectivos principais:

i) concluir o processo de tratamento técnico-documental do acervo bibliográfico que constitui a biblioteca pessoal de Alexandre O’Neill (que ocupa uma sala da Biblioteca Municipal de Constância);

ii) criar um site dedicado à vida e obra de O’Neill. Neste site, para além de se disponibilizar um catálogo online com o fundo bibliográfico da biblioteca particular de Alexandre O’Neill, que assim ficará acessível a todos os investigadores e público em geral, pretende-se também divulgar aspetos da sua vida e obra;

iii) Em colaboração com a Câmara Municipal de Constância, valorizar a relação de O’Neill com o lugar de Constância. Para tal, está prevista a realização de um conjunto de atividades em torno da vida e obra de O’Neill, de que se destacam workshops para público escolar, leituras de poesia e debates para público em geral e iniciativas de foro académico.

O protocolo hoje celebrado com a BNP, assinado pelo Director do CECC, Peter Hanenberg, e pela Directora-Geral da BPN Maria Inês Cordeiro, estabelece a parceria entre as duas instituições, a nível de estudo e difusão de colecções patrimoniais da BPN relacionadas com Alexandre O’Neill,  utilização de espaços para eventos públicos relacionados com o projecto e construção e divulgação do site.

 

Falecimento da Professora Doutora Eva-Maria von Kemnitz

É com grande tristeza que recebemos a notícia do falecimento da Professora Doutora Eva-Maria von Kemnitz, ex-Diretora do Instituto de Estudos Orientais da Universidade Católica Portuguesa, investigadora do Centro de Estudos de Comunicação e Cultura e coordenadora do Dicionário de Orientalistas de Língua Portuguesa.

O CECC cuidará da memória da sua obra e lembrará com gratidão o seu empenho.

O velório terá lugar na Capela do Alto de S. João amanhã, sexta-feira, a partir das 10h00, seguido da celebração fúnebre às 14h45.

Peter Hanenberg, director do CECC

Peter Hanenberg assina artigo conjunto sobre o impacto de Lutero na actualidade

 

16406497_303

Imagem: Pintura de Ferdinand Pauwels, 1872, representando Lutero a afixar as suas teses

 

Assinala-se hoje, 31 de Outubro de 2017, 500 anos da Reforma Luterana.  A propósito da figura de Lutero e da efémride, o director do CECC, Peter Hanenberg assina um artigo em conjunto com Nora Steen e Constantin Ostermann  von Roth no Diário de Notícias, com o título: “Será Lutero o responsável pela austeridade?”

Este é, provavelmente, o efeito mais duradouro e mais persistente que Lutero trouxe para a Alemanha e para a Europa: a valorização do indivíduo, dos seus deveres permanentes e da necessidade de austeramente cumprir estes deveres. Toda a vida tem de ser penitência, dizia Lutero já na primeira das suas 95 teses. Sem luxos nem desvios. E daí que os luteranos tenham (e os chamados protestantes em geral) desenvolvido uma austeridade comportamental e uma ética muito particular, que trazem consigo um novo conceito de trabalho e de profissão e uma racionalização “economicamente relevante” (como disse o teólogo Friedrich Wilhelm Graf), que o sociólogo Max Weber descreveu sob o título A Ética Protestante e o Espírito do Capitalismo.

Nora Steen, Constantin Ostermann von Roth, Peter Hanenberg

Isabel Capeloa Gil na conferência “Over Her Dead Body Redux. Feminism for the 21st Century

Over her dead body ICG

Isabel Capeloa Gil, directora do Lisbon Consortium e coordenadora da linha de investigação do CECC ‘Art, Culture and Citizenship’ apresentou, no passado dia 21 de Outubro, na Universidade de Zurique, no âmbito da conferência “Over her dead body redux. Feminism for the 21st Century”, a comunicação “Theory in a Post-theoretical World. Beyoncé and the Afterlife of Over Her Dead Body“.

25 years after Over Her Dead Body, to write, to speak about women – as subject and as representation – continues to be an urgent, disturbing and contentious experience. In the discursive flow of critique, Elisabeth Bronfen’s piercing clarity about the object so ‘excessively obvious that it escapes observation” (Bronfen,1992:3) continues to hold a sway over the criticality of feminine representation. By performing the inventory of topical images, that traditionally connote femininity to undo them, I suggest Beyoncé’s Lemonade can be positively read as a case in point of the forensic dynamics that Elisabeth Bronfen has diagnosed at the root of the work of representation.  Beyoncé embraces the terms of the production of woman in mainstream discourse to resist identification with that very same image.The gesture that repeats the stereotype is arguably the same that unpacks it, suggesting the indissoluble, and ambivalent knot between the dominant representation of woman as object of desire and the critique thereof.
Isabel Capeloa Gil