Ana Jorge entrevistada pelo Público sobre universo Disney

disney

A propósito da nova série televisiva da Disney, ‘Soy Luna’, o jornal Público falou com vários investigadores sobre o impacto deste tipo de entretenimento nas crianças e jovens. Ana Jorge, investigadora do CECC e professora da Universidade Católica, foi uma das entrevistadas,  por ter um percurso  na área das culturas infanto-juvenis, tendo-se doutorado com a tese “A Cultura de celebridades e os jovens: do consumo à participação”.

“A Disney tem a fórmula muito bem estudada e é exímia em perceber como as culturas infanto-juvenis se caracterizam em determinado momento”, o que lhe serve para depois apontar para aí os seus produtos, considera a investigadora Ana Jorge. As redes sociais predominam entre os jovens. É lá que vídeos, excertos de episódios e músicas são distribuídos, apresentados aos públicos e depois partilhados. “Isso remete para uma cultura de comunicação e de recomendação entre pares que só acentua a pressão social para que os jovens consumam os mesmos conteúdos num determinado momento”, explica ao PÚBLICO. Ana Jorge realça que a Disney tem vindo a alargar o seu público-alvo (crianças e jovens entre os 5 e os 12 anos) a adolescentes, por “entender que é por aí que pode rentabilizar de outras formas o universo de ficção”.

O artigo completo em A Disney é uma máquina mas faz sonhar

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s